Mudar para poder amar?

Mudar para poder amar?

Normalmente quando pessoas procuram alguém para amar, se condicionam a tentar ser a pessoa certa para quem escolheu ou se atraiu. Tem como objetivo fazer o outro gostar dela.

Alguns ficam muito tempo neste papel e após anos não sabem mais o que gostam e o que não gostam. Não reconhecem a si próprios. Existem os que com muito custo e sofrimento conseguem se redescobrir, outros deixam a vida passar, entristecem ou se acomodam na situação que acham é a melhor que podem ter.

Não julgo, mas porque não ter como objetivo ser você mesmo, já que somos únicos?
Acredito que dentre as varias emoções que nos impede ser autênticos, o medo é a campeã delas. Medo de errar, de repetir os mesmos resultados do passado, de que a pessoa se afaste, de ficar só.

Mas, e se fingirmos, como se fosse de brincadeira, que este medo não existe? Lembra-se de momentos quando estava entre amigos e podia dizer, fazer e agir como realmente queria? Tem algo mais prazeroso que isto? Pois bem, guarde esta sensação e reproduza no seu próximo relacionamento e dê a chance de alguém se apaixonar pela sua singularidade.

Comece o relacionamento mostrando com transparência e tranquilidade o que gosta, o que não gosta. Seus valores e limites. Ria, ria muito. Poder mostrar quem realmente é só lhe trará leveza, e nada melhor do que alguém autentico e feliz para se relacionar.

Quando talvez pensar que pode estar tomando o caminho errado sendo tão simples e claro, saiba que este é o caminho a ser seguido para construir algo que tenha como estrutura a verdade e a beleza de acreditar que você pode ser feliz sendo quem você é. E se não der certo, você saberá que não era pra ser e se livrará de todos os personagens que teria que interpretar para poder se moldar ao que a pessoa esperava de você.

Siga seu caminho sendo genuinamente quem é para que um dia não realize que se perdeu de você. Ótima semana para você!

 

Você também pode gostar

Deixe um Comentário